Tem que ter uma ruptura

Ele se acha

Tem prefeito que se sente dono do dinheiro público e de tudo o que há no município .

Desviam recursos que se destinam para a folha paralela, as coalizações políticas, pagamento de financiadores e vaidade pessoal.

Quando questionado, esbraveja. Só porque mercadeja o voto no período eleitoral e pós, infla o peito de soberba e estultícia.

Acham que os cidadãos têm a obrigação de estarem submissos a seus caprichos. Praticam todo tipo de picuinhas e injustiças. É uma criatura paupérrima!

Falta remédio aqui, educação ali, merenda escolar acolá e por aí vai. Por falta de planejamento, boa vontade, esses infelizes direcionam a culpa para o Governo Federal.

Ele acha que as pessoas são tolas, que elas não acessam o Transparência e outros sítios que detalham os repasses da União para Estados e Municípios, sentindo-se no direito de humilhar quem deles precisam com informações descabidas, serviços ruins; tratando o público como particular.


Esse tipo de coisa tem acontecido graças a uma Justiça benevolente que não prioriza a pessoa do ser humano e as Câmaras omissas que preferem o úbere. Estas sentam numa mesa e se fartam de comida e bebida e aquela não aplica as leis como deveria.

Comentários